• (43) 3252-9620

    (43) 9644-4263 Whats

  • Horário de Atendimento

    Seg a Dom. 08:00 ás 18:00

Principais Pragas

   

Ratos

A contaminação pelas fezes e urina podem causar doenças como: salmoneloses, leptospirose, hantavirose, peste bubônica, febre aftosa, doença de newcastle, triquinose, entre outros.

Nos campos, atacam e destroem plantações de milho, cana-de-açúcar, arroz e trigo. Outro caso são os danos causados no armazenamento de ração e insumos e nas instalações e equipamentos com roeduras, podendo causar curtos-circuitos e incêndios.


Aranhas

As aranhas sobrevivem em vários ambientes e podem entrar em residências, empresas, indústrias, hospitais, etc. Gostam de se esconder em locais mais escuros.Algumas picadas podem causar dor local, vômitos, diarreia, queda da pressão arterial e convulsões.

A grande maioria tem veneno pouco tóxico para o organismo humano. Porém, o veneno de outras afeta o homem de maneira mais grave. Quando ameaçadas, as aranhas picam para se defender.


Baratas

As baratas vivem em latrinas, fossas, esgotos, lixo, cadáveres, etc.,possuem agentes patogênicos que são transmitidos por suas fezes, secreções, ao morrerem, ou simplesmente na sua locomoção.

Ao caminhar ou viver sobre a comida, as baratas defecam e a contaminam. Desta forma, pode-se afirmar que estes insetos provocam danos mais expressivos aos alimentos em termos qualitativos que quantitativos.


Brocas

Os insetos conhecidos popularmente como brocas, deixam um pozinho fino semelhante a talco é o que identifica um ataque de broca de madeira no seu patrimônio. As brocas podem afetar a área de preservação das madeiras durante o estágio larval, adulto ou em ambas situações, de acordo com cada espécie. Estes insetos são chamados xilófagos, pois se alimentam do lenho da madeira (tecido xilemático) em pelo menos um estágio de seu desenvolvimento.

 

   

Carrapatos

Os carrapatos podem transmitir várias doenças aos animais e aos seres humanos, podendo causar doenças graves e muitas vezes fatais. Dentre as mais comuns podemos citar a babesiose canina, a erliquiose canina, a doença de Lyme e a febre maculosa.

O uso de produtos que controlem a infestação de carrapatos no meio ambiente e sobre os animais é fundamental para o controle e prevenção das doenças transmitidas por estes artrópodes.


Cupins

Na área urbana, estabelecem colônias em lajes, paredes duplas, subsolos e diversos outros locais. Se não forem detectados e eliminados rapidamente, estes pequenos insetos podem causar desabamento de estruturas.

Atacam móveis e estruturas de madeira, deixam um granulado característico, que na verdade são suas fezes. Suas colônias têm algumas centenas de indivíduos, e costumam ficar isoladas em uma área.


Escorpiões

Os escorpiões podem viver tanto em lugares desertos quanto em matas. Se abrigam em baixo de pedras, tijolos, telhas e nas fendas das árvores.O acúmulo de entulho e lixo nas ruas, quintais, e terrenos baldios favorece a proliferação dos escorpiões, se alimentam de baratas, aranhas, grilos e moscas.

A ação do veneno é muito forte. A dor intensa que provoca no local da ferroada logo depois se irradia para todo o corpo do doente.


Formigas

Em casa causam grande desconforto por frequentarem os alimentos, nas fábricas de alimento e hospitais servem como vetores de microrganismos, contaminando o alimento, o ambiente e equipamentos esterilizados.As formigas que encontramos em ambiente doméstico, podem carregar bactérias e fungos. Elas são perigosas quando estão nos hospitais, transferem bactérias resistentes a antibióticos de um setor para o outro. Deve-se evitar o consumo de alimentos por onde as formigas passam.

   

Moscas

Alimentam-se de fezes, escarros, pus, produtos animais e vegetais em decomposição, açúcar, entre outros. A mosca lança uma substância sobre o alimento para poder ingerí-lo, pois não consegue colocar nada sólido para dentro do organismo, somente matéria na forma líquida ou pastosa. Assim podem veicular os agentes em suas patas após pousarem em superfícies contaminadas com estes germes e pousarem nos alimentos, disseminando-os amplamente, e causando danos financeiros à empresas, clientes, consumidores, fornecedores e outros.


Pernilongos

Os machos se alimentam do açúcar presente no néctar das frutas, mas as fêmeas precisam picar pessoas ou animais (mamíferos e aves) para extrair o sangue com o qual alimentam seus ovos. Sua proliferação se dá em entulhos, vasos, e objetos com presença de água parada, fundamental para seu desenvolvimento. Os Pernilongos podem ser encontrados em diversos tipos de ambientes como empresas, hospitais, residências, restaurantes, indústrias e outros.


Percevejos

Vivem em poltronas, cadeiras estofadas, estrados de cama, fendas nas paredes e molduras, pilhas de roupa, buracos no teto para lustres e praticamente qualquer área escura e protegida. Geralmente, eles costumam preferir madeira em vez de metal. Os adultos são bastante achatados, então podem entrar em quase qualquer lugar. Os mais novos dificilmente podem ser vistos a olho nu.


Pulgas

Além do desconforto ao homem e aos animais domésticos, as pulgas podem transmitir viroses, vermes e doenças causadas por bactérias como (tifo, peste bubónica e salmonelose – graves à saúde do ser humano – pois podem variar de hospedeiros). Se reproduzem facilmente, gerando grandes infestações, já que as larvas escondem-se em locais protegidos da luz, como frestas de assoalhos; sob almofadas de poltronas e sofás; bordas de colchões; base de tapetes e carpetes, etc.